Sala dos Professores: Sabedorias, empatia, vínculos e encantamento.

Sala dos Professores: Sabedorias, empatia, vínculos e encantamento.



Invista no vínculo, crie conexão, gere empatia!

 

A primeira vez que pisei em uma sala de aula foi no dia 16/02/2009. Lembro-me que às vésperas da aula preparei um conteúdo para três dias, mas estava tão nervosa que o conteúdo de três dias foi todo desenvolvido em apenas uma aula.

 

Quando se inicia na docência, são tantos detalhes que precisamos aprender, principalmente os burocráticos. Existe muita cobrança em relação aos registros e ao cumprimento dos prazos. Preencher os campos corretamente, usando as terminologias exigidas pela corrente pedagógica da ocasião: diário de classe, folha de desempenho, formulário de desempenho insuficiente, dentre tantos outros.

 

Inicia-se um novo semestre letivo. Reunião Pedagógica Geral com as novas orientações: 100% burocrática administrativa. Em seguida, o grande grupo de professores é dividido pelas turmas e seus coordenadores específicos. Nesta reunião menor, aprendi um dos maiores tesouros que carrego comigo desde então e tenho uma eterna gratidão ao meu querido ex-coordenador Danilo por esta fala: “Vocês terão um semestre inteiro para apresentar o plano de curso, o planejamento das aulas, seus critérios de avaliação, recuperação e afins, assim como, recolher assinaturas. Use seus primeiros contatos com os novos alunos para conhece-los; invista no vínculo; crie conexão; gere empatia. Uma vez o vínculo estabelecido vocês caminharão para onde quiserem”.

 

Essas palavras alcançaram diretamente o meu coração. Nada que eu tivesse escutado até então, fizera tanto sentido como esta orientação. Desde então, é assim, esforço-me para cumprir os prazos e fazer todos os registros administrativos burocráticos de acordo com a cultura de cada instituição que trabalho, mas sem jamais prejudicar o vínculo com o meu aluno.

 

Chamo o primeiro dia de aula de “Aula Inaugural do Professor”, no meu caso “Aula Inaugural da Professora Maria Moura”. A aula precisa ser mágica, encantar, fazer sentido. Deixar no estudante um sentimento de “quero mais disso”.

 

Querido amigo professor de caminhada! Vista sua melhor roupa, use seu perfume, capriche na maquiagem e acessórios para este encontro. Leve sempre a sua melhor versão para dentro da sala de aula. Irá perceber que vale muito a pena.

 

Se essa reflexão fez sentido para você, converse conosco. Deixe aqui em baixo os seus relatos, inquietações, compartilhe a riqueza das suas experiências.